O que você não sabe a respeito do lindo cachorro Chihuahua

O maravilhoso cão Chihuahua na História

A procedência do Chihuahua é cercada de controvérsia. A hipótese mais apoiada é que a raça seja procedente do Techichi, um espécime demasiadamente pequeno que convivia com os Toltecas, sociedade precedente aos Astecas oriundos do México, entre os anos 900 e 1000. O Techichi era visto em inúmeras obras rupestres dos santuários neste período. Os Astecas concebiam os Techichi como uma raça “suprema”, por estes serem os mestres de almas das trevas.
Outra tese garante que estes cães teriam uma procedência muito mais remota e que seu berço seria as terras orientais, embasando-se na herança miniaturista dos povos do Oriente e teoricamente foram importados para as terras americanas nas embarcações que realizavam comércio com a Ásia.
A única concordância se refere ao nome deste espécime: Esses cães eram negociados em comércios que eram localizados em um estado do México chamado de “Chihuahua”. O primeiro exemplar foi aceito oficialmente no começo dos anos 1900, sendo aprovado então no AKC (American Kennel Club).

Atributos da Raça Chihuahua

Suas orelhas destoam completamente do restante do seu corpo, uma vez que esse é mais alongado do que crescido, e elas são bem amplas. Seu rabo é envergado ao redor do seu dorso. Esse cachorro é capaz de ser encontrado em colorações como o fulvo claro, areia, castanho e prata. Além do mais, podemos também encontrá-lo nas colorações sarapintada ou em apenas uma cor, e seu pelo é capaz de ser reduzido ou extenso, bem como ondulado.
As cadelas Chihuahua inclinam-se a ser demasiadamente peludas e bastante maiores, enquanto, de modo geral, a pelagem deste espécime é alisada e bem flexível. Os admiradores dos Chihuahuas gostam deles com um pelo parcialmente exuberante, ou seja, quanto mais pitoresco, excelente. Esse espécime permite os mais diversos tipos de pigmentações. Porém, frequentemente achamos o Chihuahua na cor rubi escuro.
Pela sua sutileza, motivada devido ao seu pequeno tamanho e porte físico, eles são bem sensíveis, ainda mais quando recém-nascidos. Seu porte, tanto para o macho como para fêmea, fica entre 15 e vinte e dois centímetros. É demasiadamente similar ao Dobermann e, inclusive, com um Aidi, mas seu corpo é excessivamente de estatura menor.

Psicológico da raça Chihuahua

Essa raça pode se unir, especialmente, a seu proprietário, sendo tido como um animal de um só dono. Pode conviver em harmonia com outros exemplares, entretanto com indivíduos desconhecidos ele pode ficar mais reservado. Por seu tamanho, eles irão desejar defender o seu proprietário, entretanto não serão bastante eficazes. Determinados podem ser destemidos, e outros mais tímidos. Mas, em todos os cachorros somos capazes de observar que ele é um cão bem impulsivo.
Muito feliz, muito atento, bem eficiente e bastante veloz. Por intentar tornar a ser um grande cachorro de sentinela, ele está sempre em alerta. Apesar do seu porte minúsculo, ele não é amedrontado por nenhum cão, sendo capaz de ir para cima um cachorro muito maior. Adora seu proprietário, entretanto não é muito tolerante com nenhuma pessoa que não esteja no seu relacionamento cotidiano. Se suspeitar de alguma coisa, ele vai ladrar até conseguir chamar a atenção para si.
Caso você deseje possuir um cachorro dócil, esteja muito concentrado nessa orientação: você deve ser o modelo. Esse animal se espelha bastante em seu proprietário. Se você tem crianças pequenas em sua residência, é bem melhor refletir muito antes de comprar um Chihuahua. Essa raça não é muito condescendente com crianças bem pequenas, sendo viável que você só o adquira se houver indivíduos crescidos em toda sua família.

A Superioridade da raça Chihuahua

Animais da espécie Chihuahua são muito versáteis e dóceis, independentemente de serem considerados bem astutos. O seu tamanho o torna um cão flexível a vários recintos, o que inclui edifícios, casas e sítios.
Pela sua desobediência, ele não é simples de ser adestrado, contudo essa incumbência não é nada inconcebível. A vantagem dos Chihuahuas com relação aos demais espécimes é que, em razão de sua argúcia, são capazes de ser ensinados por todo tipo de treinamento. A socialização antecipada e extensiva é bastante primordial para o cão.
É uma excelente espécie de cão para prédios ou inclusive condomínios, já que a maior parte de suas necessidades são capazes de ser feitas dentro de casa, com brincadeiras ou sessões de passatempos. Por outro lado, eles adoram, como as outras raças, de empreender passeios diários pela rua com seus proprietários.

Problemas comuns do Chihuahua

Você deve estar sempre alerta a nutrição de seus cachorros, pois os Chihuahuas têm necessidade de muitos cuidados, pessoalmente pelo fato destes cachorros serem onívoros. Mas nunca passe na porção! O importante é qualidade. Você é do tipo que não se importa em dar alimentos para o seu cachorro com chocolate ou qualquer tipo de doce? Porque é melhor você mudar esta prática. O chocolate é letal a todos os cães, e com os Chihuahuas é exclusividade. A ingestão destas substâncias pelo corpo dessa raça é capaz de provocar demasiados problemas, levando, ainda, seu cão à morte.
Os cachorros que possuam obesidade, frequentemente possuem distúrbios de ligamentos, bronquite e uma existência menos duradoura.
Ao comprar um Chihuahua, verifique seu estado de saúde antes de concluir a aquisição, porque, algumas vezes, eles podem estar subnutridos ou bastante anêmicos. Os cachorros grandemente pequenos desta espécie, os mais amados pelas pessoas, costumam ser mais sensíveis que os outros animais de estimação. É necessário, com o intuito de se ter um cachorro saudável, sempre o alimentar com sua ração apenas, que necessita de ser própria para seu comprimento e suas exigências.
Esta raça, embora, é bem medrosa, despeitada e, em algumas ocasiões, bem violenta.

Como cuidar de um Chihuahua

O Chihuahua é um cachorro bem-disposto, embora que é capaz de exercitar-se correndo dentro do lar. Gosta de explorar o quintal ou efetuar pequenos passeios com coleira e adora acompanhar a família em práticas ao ar livre. Essa raça é especificamente para morar dentro do lar. O quintal não é com ele. Temperaturas mais geladas não são adequadas para esta espécie. Não é preciso grandes cuidados ou tratamentos para os seus pelos. Escove-o de duas a três vezes a cada semana.
Um Chihuahua exige bastante atenção. Se você se afastar por bastante tempo, ele pode ficar bem entristecido até que você retorne, pois eles se simpatizam com bastante fervor.
Empregue um peitoral no lugar de uma coleira, para salvaguardar o pescoço de seu cão sempre que ele anda. Sem falar que este peitoral protegerá o Chihuahua de um Colapso na traquéia.
Alimente seu Chihuahua com ração de excelente excelência em que o elemento mais fundamental seja carne. Para uma nutrição mais eficiente, assegure-se que o alimento tenha, ao menos, 30% de proteína e vinte por cento de gordura. Fibras carecem de ser quatro por cento ou menos.

Os Filhotes do Chihuahua

Mesmo que os filhotes sejam pequenininhos, existe bastante energia de sobra para eles. Em contrapartida, devem ser tomados cuidados específicos para que nos primeiros meses de vida ele não seja vítima de tombos que possam lesar seus ossos ainda se constituindo.
Crias de Chihuahuas não são aconselhados para viver com crianças. Neste caso, os cuidados têm que ser redobrados, evitando acidentes como o cachorro ser pisado pela criança durante as diversões.
Porém os filhotinhos sempre lidam bem com outros animais domésticos, inclusive distraindo-se e correndo com eles. É somente preciso cuidar para que jamais exista uma desigualdade de tamanho muito grande entre os participantes da brincadeira, evitando deste modo qualquer tipo de incidente. Banhos somente precisam de ser dados depois da última dose de vacinação, aos quatro ou cinco meses.
Confira a origem do seu cão sempre, para que você não se desespere futuramente. Opte por um criador respeitado que teste seus cachorros reprodutores para se assegurar que os cachorros estão livres de doenças genéticas que possam ser transmitidas aos filhotes.

Curiosidades a respeito do Chihuahua

– Esta espécie possui uma existência mais longínqua, sendo capaz de viver mais tempo do que as outras raças. Uma hipótese para isto é referente ao seu tamanho: um cachorro bastante avantajado, como o Dog Alemão, resiste bem pouco, já esse cachorro, que é bastante pequeno, é capaz de resistir até os vinte anos. Além disto, é uma raça que não pode ter distúrbios graves de saúde. Marilyn Monroe era afeiçoada por Chihuahuas. Ela possuía variados espécimes domésticos: um felino, um pássaro, um cavalo e diversos cachorros, o que inclui uma Chihuahua chamada Josepha.

Deixe uma resposta