O que você não sabe a respeito do lindo cachorro Collie

Origem e História do magnifico pet Collie

Podemos dizer que o advento do Collie é uma incógnita. Uma suposição é que a espécie possuiria a mesma origem do Border Collie. Como esses cães tinham uma formidável utilidade nos campos e nas chácaras à cultura Celta, a sua denominação provém de um termo gaélico, que significa “útil”. Somente há evidências do Collie a partir do século XIX. Tanto o áspero como o macio havia nessa época, contudo derivados de cruzamentos variados.
O Collie do tipo áspero foi inspirado pelo “Old Cockie”, oriundo em 1867 e visto como responsável por estabelecer não apenas esse tipo, todavia por ter acrescido a coloração castanho clara. Nessa época, a Rainha Vitória se encantou pela raça, aumentou sua fama entre criadores de ovelhas e inclusive entre componentes da classe alta, que ficaram enfeitiçados pela beleza do cão.
Na década de 80 despontou o padrão que descreve a raça até hoje. Na mesma época, como os cães pastores de ovelhas tinham ficado relevantes na América, os conquistadores levaram Collies para a América. Futuramente, o Collie encontrou um novo protetor, o escritor Albert Payson Terhune. Suas narrativas sobre os Collies dissemiram a notoriedade da espécie. Quem não se recorda da cadela Lassie, tão célebre na televisão, que ajudou a deixar esta espécie muito admirada em todo o planeta.

Atributos da Raça Collie

O Collie é um cão grande, de estrutura esguia, todavia forte. A parte superior de sua cabeça é reta, e tem as sobrancelhas convexas. Possui um focinho escuro, arredondado, ficando afinado na ponta, com um stop ligeiro, e seu crânio conta com um formato de cunha.

Os dentes costumam se reunir com uma mordida em tesoura. Os olhos de comprimento médio são amendoados. Suas orelhas são curtas de ¾ com uma curvatura frontal. Sua estrutura corporal é mais longa do que elevada, e seu pescoço é bem longo. Suas patas são retas. Seu rabo é moderadamente mais comprido do que alto.

Se adéquam muito bem ao frio, devido a sua pelagem: ela se apresenta com duas bases, subpelo e pelo. A fim de evitar que a pelagem de seu Collie adquira vários nós e alguns problemas de saúde, o recomendável é que você penteie, ao menos, três vezes semanalmente.

O Collie pode exibir-se em 3 colorações específicas: Azul merle, tricolor e marta. Os americanos reconhecem estas mesmas Três colorações, entretanto acrescentam inclusive o branco. Independente de qualquer pigmentação que exibir, a mancha branca constantemente se encontra presente, seja nas patas, em sua juba ou em sua cauda.

Temperamento do cachorro Collie

Encontra-se na décima sexta posição entre os cachorros mais astutos do mundo, segundo a publicação “A Inteligência dos Cães”. Beiram a perfeição no que tange o trabalho. O adestramento de simples comandos é aprendido depois de cinco a 15 repetições e memorizado calmamente, embora ainda possa aperfeiçoar com a prática.
Mas, para um melhor desenvolvimento, você tem que dar diversos estímulos para ele desenvolver o seu melhor potencial. Este cão jamais tem que ser colocado para ficar só no quintal ou então fora de casa. Além de ser crucial para o crescimento mental do cão, os exercícios contribuem a fim de que ele queime gordura impedindo assim distúrbios com obesidade.
Eles se destacam largamente em torneios de “agility”, pela sua característica, porém, ainda que tenham se destacado em atividades no campo, atualmente eles são incríveis companhias.
Se você deixou o seu Collie ter contato com outras crianças e adultos desde pequenos, pode ficar calmo, pois esta raça possui uma maravilhosa simplicidade em coabitar com crianças e jamais vai atacá-las, sendo bastante tolerante, ainda mesmo, com brincadeiras mais brutas. Eles podem se habituar tranquilamente com outros bichos e com pessoas estranhas.
Determinados espécimes podem ladrar intensamente e envolver-se em acidentes caso fiquem inteiramente livres, saltando muros baixos para correr atrás de carros, ciclista, motocicletas, entre outros.

Vantagens de ter um cachorro Collie

O Collie é um dos cachorros mais extraordinários do mundo. Muito lindo, disciplinado, está sempre junto da família e quer satisfazer seu proprietário. Seus atributos fazem com que ele seja definitivamente esplêndido. É um ser urbano, apesar de ainda existirem exemplares em campos de pastagens na Escócia.
Os cachorros da raça Collie são fiéis, divertidos, calmos e protetores de seus familiares. Os Collies inclusive costumam ter um estranho senso de direção. São afetuosos e de excelente índole. quando você for levá-lo para passear ou correr, deixe que ele interaja naturalmente com outros cães e pessoas, deixando ele mais à vontade para socializar. Não são cachorros de índole agressiva, porém tendem a ser suspeitos ou inclusive traiçoeiros com pessoas que demonstram medo.
O Collie aprecia bastante mais a companhia e o afago humano do que o espaço. Eles ficam acompanhando cada passo que o seu dono dá, examinando e vigiando tudo a sua volta. Suportam mal uma vida em canil e costumam gostar de viver em apartamentos que tenham varandas.

Problemas comuns do Collie

Apesar de todas as variações de Collies serem resistentes e sadias, têm determinados cachorros que apresentam problemas de saúde. Uma doença que geralmente é frequente à raça é a chamada Anomalia Collie olho (CEA), uma doença hereditária que provoca o desenvolvimento inadequado dos olhos do cão, acarretando em uma possível cegueira, é uma doença muito comum na espécie.
Outro problema habitual nos Collies, associado à cegueira, denomina-se Atrofia Gradativa de Retina, esta causa uma Degeneração Bilateral da Retina, causando uma perda gradativa da visão do cão.
Podemos mencionar, inclusive, um grande número de problemas que podem ser considerados genéticos, contudo na realidade não são, como por exemplo, casos de epilepsia, inchaço, uma propensão para alergias e doenças da tireoide (especialmente hipotireoidismo). Não existe nenhum tipo de análise do DNA dos Collies, então não pode-se afirmar se existem ou não outros tipos de enfermidades surgidas de problemas hereditários. Os criadores poderão apenas fazer o seu melhor com o objetivo de prevenir a proliferação desses animais.

Como cuidar de um Collie

Embora possa não parecer, o Collie de Pelo Extenso se acostuma bem à vida interior, entretanto opta por viver em ambientes abertos, em que pode praticar atividades físicas e descarregar toda a sua energia. Eduque o seu Collie desde filhote para que ele não comece a latir, já que essa raça late com bastante força.
Escove duas vezes semanais a pelagem com o intuito de manter a qualidade e a formosura do pelo do seu espécime. Recomenda-se a utilização de uma escova de cerdas e a dica é escovar constantemente na direção do pelo e nas costas.
Ao passo que vão envelhecendo os dentes vão caindo com mais frequência, então tome conta dos dentes do seu Collie constantemente. É recomendável escová-los com muita frequência e incentivar sempre a mastigação para deixá-los sadios.
Caminhe ou corra, diariamente, com o seu cachorro e realize o máximo de atividades físicas a fim de deixar o seu Collie sempre sadio e bem disposto. O Collie é tão voltado para a família que ele é bastante mais feliz convivendo dentro de casa.

Filhotes do Collie

Os filhotes dispõem de grande energia e são profundamente endiabrados. Assimilam espontaneamente, característica que deve ser aproveitada pelo proprietário para ter em sua residência um cão disciplinado e parceiro.
Até em função desta energia, os Collies são do tipo que é “melhor manter distraídos” e longe de suas mobílias. Logo, a melhor coisa é proporcionar ao filhotinho brinquedos com os quais possa se distrair e longas sessões de atividades físicas e brincadeiras.
Ao passo que vão envelhecendo, os pelos dos Collies vão modificando gradualmente. O pelo delicado vai se tornando áspero gradualmente até alcançar a consistência definitiva.
Por serem pastores nativos, os filhotes são capazes de tanto subjugar os rebanhos como coabitar de forma pacífica com seres humanos. Em certas ocasiões apresentam este comportamento de pastoreio também com os homens em razão disso precisam de ser ensinados a não fazer isso.

Curiosidades acerca do Collie

O programa de televisão “Lassie” tornou o Collie admirado. A cachorra Lassie resgatava Timmy de quedas em reservatórios de minas, rios e areia movediça;
– Se criados com muita crueldade e grosseria, o Collie pode ficar depressivo e profundamente triste;
– Se os Collies se tornaram uma das espécies mais queridas do planeta, isso deve-se à Rainha Victoria. Graças a uma de suas visitações em suas propriedades na Escócia, em 1860, ela ficou fascinada com a beleza e com a característica desta espécie. Ela importou vários para a Grã-Bretanha, e,então, estreou o primeiro modismo da raça Collie;
– Baba foi uma pequena cachorra da espécie Collie, sendo acolhida pelo casal Elvis e Priscilla Presley;
– O criador do fenomenal herói Tarzan, Edgar Rice Burroughs, tinha um Collie branco chamado Raja;
– Robert Plant compôs uma canção intitulada ” Bron Y Aur Stomp ” falando sobre sua relação de companheirismo e carinho pelo seu Collie Strider.