Você já viu aquele filme famoso intitulado “Beethoven”, apresentado no fim do século XX??! Ele acompanha a estória de um cão, que dá origem ao título desse filme, que é da espécie “São Bernardo”. Graças ao filme, a fama da raça aumentou significativamente e obteve a simpatia de muitas pessoas pelo mundo!
Barry foi o cão que mais se destacou em se tratando de cães de resgates. Ele foi ensinado por monges, bem como diversos outros espécimes da espécie “São Bernardo”. Barry, que socorreu quarenta pessoas durante a sua vida, teve seu corpo preenchido por palhas, em um processo denominado “Taxidermia”, e também foi mostrado no Museu de História Natural de Berna, na Suiça.
É usual vermos figuras de São Bernardos portando uma caixinha atada em seu pescoço, tal como um kit salva-vidas. O caso é que eles jamais usaram aquela pequena caixaComumente, o resgaste era feito em grupo de no máximo quatro cachorros, onde cada um detinha uma atividade determinada – 2 cachorros deitavam próximo à vítima para aquecê-la, outro lambia a face da pessoa em perigo para reanimá-la e um último procurava ajuda Um excelente trabalho de equipe!

Origem e História do São Bernardo

Oriundo dos Alpes Suiços, o São Bernardo é um cachorro que provém diretamente dos remotos Molossos romanos e possui traços, mesmo que nos dias de hoje sejam bastante modificados, dos cães Dogue Alemão, o Bloodhound e o Mastiff. Havia um local em que, forçosamente, os viajores repousavam, nomeado “Hospice du Grand St. Bernard”, este era um minúsculo mosteiro de onde apareceu a nomenclatura da espécie que hoje conhecemos.
Mas inclusive tenha sido no princípio utilizado com o intuito de apoiar a arrastar trenós e, ainda, como um cão para companhia.
Segundo pesquisadores, foi somente no século XVIII, que essa raça foi utilizada em salvamentos, em contrapartida existem registros que a sua adesão ocorreu em meados do século XVII! É conhecido que ele não apenas encontrava as vítimas enterradas embaixo da neve, mas também conseguia ajuda e defendia a vítima das ameaças naturais, tal como o clima gelado.

Características Físicas do São Bernardo

caracteristicas-sao-bernardo O São Bernardo é um cão excessivamente vigoroso, de estrutura dos músculos muito desenvolvida e resistente. Esta qualidade é primordial a fim de que ele suporte temperaturas baixas em ambientes hostis. Seu porte físico pode atingir no máximo 90 Kg no caso dos machos de pelagem vasta – há duas variedades de São Bernardo, os de pelo comprido e os de reduzido. A espécie São Bernardo é capaz de medir até 90 centímetros, sendo 70 cm para os machos e 65 cm nas fêmeas.
Suas orelhas inclusive são bastante marcantes – elas são mais grandes que as de vários cães por aí e possuem um molde triangulado!
Sua pelagem é espessa e alisada, sendo sua cor mais usual o branco, incluindo uma capa ferrugem na área das costas e marcas negras em seu focinho – comumente nos olhos e orelhas. Não muito comum, podemos identificar também os de cor avermelhada e branca, além do castanho. Há, inclusive, o intitulado “colar”: uma cor bastante clara ou muito preta ao redor de seu pescoço.

Temperamento do São Bernardo

guia-sao-bernardo O São Bernardo é um cão confiável, dócil, gentil e muitíssimo paciente com as pessoas! Tais características são oriundas de sua formação nativa como cachorro de resgate. Ele é muito dócil ainda mesmo com desconhecidos! Porém, por ser muto companheiro, ele pode se tornar muito possessivo e enciumado.
Ele é um cachorro divertido e que está sempre propenso a uma incrível brincadeira – mesmo que ele não seja essencialmente brincalhão. Sempre que o seu dono se distancia, ele sente tem a obrigação de guardar o seu domínio, por conta disso ele é inclusive um formidável cão de guarda, intimidando qualquer estranho e alertando quando preciso.
Um detalhe curioso é o fato de ser tranquilamente amestrado, estando na 113° colocação do ranking das espécies de cão mais inteligentes do mundo. Este cachorro é capaz de aprender uma nova ordem pela repetição, isto é, dê comandos a ele de forma reiterada e ele assimilará o que está sendo ordenado. Em alguns casos, mais especificadamente 33%, ele compreende uma ordem na primeira tentativa.

Vantagens em se ter um São Bernardo

Esse é um estupendo cão protetor longe da presença do proprietário, no momento em que sente-se solitário, ele tem a inclinação de estar sempre atento. Seja no lar ou fora de casa, pelo seu impulso natural de ser um cachorro de resgate, ele fica todo dia atento se algum imprevisto ocorra.
Ele adora a meninada, isso é de conhecimento de todos! todavia, ele se acha mais achegado com a pessoa que ele considera como um “pai”, ou melhor, caso você queira um cão a fim de lhe fazer parceria, o São Bernardo é o espécime mais que ideal! Além do mais, ele é excessivamente zeloso com todos de casa e vai estar a todo momento com ânimo para agradar todo mundo.
Se sua residência for grande ou tiver um recinto bem grande, ele irá ficar bem a vontade, todavia, do contrário, ele ainda se adapta a ambientes pequenos, caso você o leve para passear – três a quatro vezes semanalmente, pelo menos.

Pontos fracos do São Bernardo

Devido ao seu porte físico, o São Bernardo tem certos distúrbios típicos de saúde que você tem que estar sempre atento! Entre eles está a displasia coxofemural, um grande problema que se caracteriza pela formação incorreta do encaixamento da cabeça do fêmur com sua bacia. É interessante levar o cachorro no médico-veterinário usualmente com o intuito de identificar o problema prematuramente.
O tumor nos ossos é outro problema comum nos São Bernardos, frequentemente ocorrendo depois dos cinco anos de idade. Caso seu cachorro aparente estar com algum tipo de dor e prostrado, é sinal de que a enfermidade se encontra em estado adiantado.
Em lugares tropicais, o São Bernardo é capaz de desenvolver a Piodermatite, uma enfermidade causada pelo número exagerado de umidade. É ideal que banhos sejam limitados a um todo mês, e manter o cão constantemente seco, evitando deixar o seu cachorro pegar chuva.
A porção de ração também deve ser equilibrada: o adequado é que você pesquise um especialista para compreender a porção ideal de alimentação que seu São Bernardo deve ingerir, pois, se não balanceada, pode causar uma Torção Gástrica.
Tenha em mente que seu cão pode dar ataques de epilepsia, essa que não há cura e ocasiona várias convulsões, que só serão controladas com remédios. Recomenda-se que esse cachorro não seja colocado para procriação, se tiver este distúrbio.

Como tomar conta de um São Bernardo

Esse cachorro precisa de atividades físicas diariamente para evitar problemas derivados do excesso de peso. Pode ser uma função difícil a partir do momento que, por causa do seu físico avantajado, ele caminha vagarosamente e cansa tranquilamente, isso faz com que o exercício retarde mais do que o habitual.
Caso você escolha obter um exemplar deste, entenda que você tem necessidade de bastante espaço.
Ajeite seu bolso – por causa do seu grande porte, o São Bernardo é um cachorro que possui alta despesa de manutenção no que se refere a sua nutrição. Veja com um médico-veterinário qual a melhor ração e a quantidade ideal para conceder ao seu cão, com a finalidade de evitar qualquer distúrbio no que se refere à obesidade.
O São Bernardo é muito salivador, logo essa espécie chega a deixar vários resíduos dessa saliva em toda a casa.
É essencial pentear o pelo desse cão todo o dia e deixá-lo limpo, enfatizando especialmente na boca e olhos, no sentido de evitar complicações relativas aos nós e por consequência disso acúmulos de sujeira de pele.

Filhotes de São Bernardo

filhote-sao-bernardo As crias do São Bernardo necessitam de um auxílio veterinário rigoroso em consequência do seu desenvolvimento rápido. O filhote de São Bernardo necessita de ingerir alimentos ricos em proteínas e cálcio, pois sua ossatura e seus músculos carecem de um cuidado mais adequado. Se não nutridos da forma correta, esta raça pode gerar uma perda de cálcio e a displasia pode manifestar-se no seu cachorro. Entretanto jamais pretenda realizar esta suplementação por sua própria decisão! Procure sempre um especialista com o objetivo de orientá-lo na dose certa e evitar doenças ao animal derivado do excesso de suplementação.
Desde filhotes, você pode iniciar sua educação, indicando o que é certo e o que não está correto. Portanto, você vai mostrando, desde pequeno, até onde é o limite dele e deixando-o mais educado quando estiver crescido.
Quando for adquirir um cachorrinho, existem alguns quesitos essenciais que você deve estar atento: Procure os mais resistentes, os mais grandes, que possuam uma cabeça avantajada, uma cor escurecida no seu focinho e que tenham uma ótima coordenação motora ainda.

São Bernardo – Guia da Raça
Avalie esta postagem
Categorias: Raças de Cães

Deixe uma resposta